Olá! Tudo bem?!

Você já tentou estudar um outro idioma sozinho e não conseguiu? Em casa e sem um professor para te guiar ou material completo com exercícios e áudios, sentiu que não estava evoluindo e empacava numa lição? Desistiu pois começou a se sentir um fracassado?

Pois é! Eu também já passei pelos perrengues de quem começa só com a vontade de aprender.

Sei que você já tentou de tudo para conseguir aprender uma língua que goste. É complicado com a correria e as obrigações do dia a dia. A falta de tempo, de um lugar tranquilo, de espaço e material de qualidade para quem busca estudar sozinho.

A falta de apoio num país que não prioriza a educação também é um dos fatores que mais contribuem para a desistência quando o assunto é estudo e ensino, seja qual nível for.

Muitas pessoas começam bastante animadas, mas a medida que o tempo vai passando e os resultados diminuindo, não se dedicam o bastante, e deixam as atividades prática diária para depois. Frustradas com o baixo desempenho, elas desistem em pouco tempo depois de começar.

Eu sei! Já passei por todas as dificuldades que você possa imaginar, desde não ter dinheiro para fazer um curso descente, até ficar procurando horas e horas na internet (roubada do vizinho) conteúdo que servisse de verdade para quem tem a grana curta.

Mas eu consegui aprender, apesar das dificuldades. Eu sei que é possível!

Por isso, para te ajudar a superar as dificuldades, eu montei uma lista das 7 coisas que você precisa para aprender uma língua sozinho em casa.

Essas coisas, que na verdade são atitudes, me ajudaram muito quando eu comecei a aprender espanhol por conta própria e a melhorar o meu inglês que andava bem básico naquela época. Mas serve para qualquer língua de deseje aprender.

Isso melhorou a minha autoestima, a forma como eu via a mim mesmo e como minha família me via. Imagine a sensação de ver a cara de espanto das pessoas ao saberem que você aprendeu um idioma sozinho!?

Mas eu precisei me ajustar a rotina de estudos em casa, me livrar das distrações e com pequenas atitudes diárias, ver, pouco a pouco, minha evolução. Vamos a elas!

# 1 – Ter um caderno de anotações!

Sim, você precisa ter um caderno para escrever as palavras mais importantes do vocabulario do idioma que pretende aprender.

Além de treinar a escrita, você sempre poderá consultar em caso de dúvidas e constantemente acrescentar algo novo. Por isso é altamente recomendável que você carregue esse caderno com você.

E não precisa ser necessariamente um caderno físico, pode ser um bloco de notas no seu celular, um aplicativos, etc. Você só precisa usar com frequência ate que se torne um hábito.

Mas também verá que com o passar do tempo, a medida que vai aprendendo com mais facilidade, não precisará mais anotar com tanta frequência. Mas no começo é essencial que anote tudo e leia o que escreveu sempre!

#2 – Ouvir Músicas

O que não falta é música nos vários idiomas que você pode escutar por aplicativos como o Deezer ou Spotify de forma gratuita. O primeiro tem, em algumas músicas a opção de seguir com a letra.

Além de desenvolver o seu ouvido para reconhecer as palavras, você pode praticar a sua pronúncia cantando junto.

Pegue uma música de um artista de você goste e ouça até a exaustão!!

Pratique com a letra e busque identificar as palavras que você já conhece com as que não sabe o significado ainda e as anote. Use o caderno de anotação!

#3 – Assistir seu filme ou série legendado no idioma original

Aqui você precisa ter cuidado!!!

A ideia é você treinar o seu ouvido para reconhecer as palavras e entender o que acontece sem o apoio de uma legenda em português. Muita calma para não ficar dependente de mais da legenda e acabar praticando a leitura ao invés.

Um grande problema dessa prática, é que ela pode se tornar chata.

Eu sei que se você buscar por aí, vai encontrar pessoas dizendo para assistir o mesmo filme ou série duas vezes. A primeira sem legenda para treinar o ouvido, a segunda com legenda na língua original para você tirar as dúvidas.

O problema é que é chato ver a mesma coisa duas vezes. Por mais que seja um filme ou uma série, ou até mesmo no Youtube, uma coisa que você gosta, quando assistido pela segunda vez não tem a mesma graça e a força dessa técnica se perde.

Então a minha dica é você atrasar a legenda por uns 2 segundo. Assim você verá a cena, ouvirá o que foi falado, tentará compreender e só depois aparecerá a legenda para tirar alguma dúvida.

#4 – Ler

Sabendo que estamos num país onde a média de leitura da população é de 2,5 livros ao ano, dizer para ler livros em outro idioma fica muito complicado.

Então, minha dica aqui não é ler um Dan Brown ou um Shakespeare, mas sim artigos curtos em jornais e revistas que podem ser acessados em diversos sites.

Outra forma também é ler livros infantis.

Por mais que possa parecer bobo ler esse tipo de livro, suas estórias são escritas com vocabulário simples, com gravuras que vão te auxiliar na compreensão de texto, gramática e vocabulário.

E por saber essas estória em português, sua assimilação com o idioma que está estudando fica mais fácil, principalmente o vocabulário

#5 – Seguir personalidades nas redes Sociais

Personalidades que falem o idioma que está querendo aprender.

Ao fazer isso, você pode acompanhar os conteúdos postados, seja escrito ou em vídeos, aprendendo a forma como essa pessoa fala ou escreve.

Uma pessoa que fala inglês no Texas, tem um sotaque diferente do que é falado na Califórnia, por exemplo.

E por gostar ou admirar essa pessoa, você vai se interessar muito mais pelo que ela diz, assim, vai conseguir aprender melhor.

#6 – Usar apps gratuitos

Existem vários aplicativos e sites gratuitos com atividades de vocabulários e gramática. Se você fizer uma busca vai encontrar por exemplo o DuoLingo. Talvez o mais popular desses apps.

Mas não espere fazer todas as atividades e sair fluente dessas ferramentas. Eles são ótimos para exercícios de fixação de vocabulário e gramática, mas não tão bons quando o assunto é conversação.

Mesmo assim, ajudam muito quem está começando e não tem muito tempo. Assim, você pode estudar a qualquer hora e lugar, basta baixar no seu celular.

E antes da última coisa que eu fiz e continuo fazendo quando eu quero aprender uma língua nova, dá uma olhada nesse material aqui em baixo:

https://is.gd/eufalo

Ele vai ajudar a você que quer aprender inglês de uma forma definitiva.

Quando eu queria sair do meu nível básico para o avançado de inglês, fiquei sem muita opção. Mas esse material me ajudou e vai ajudar você também. Ele tem conteúdo desde o iniciante até exercícios de conversação é simples de compreender e começar.

Vale a pena conferir se você realmente quer aprender e se destacar da maioria!

E finalmente…

#7 – Encontre alguém para praticar

Esse talvez seja o mais difícil de fazer, principalmente se você é uma pessoa tímida. Mas também é o que mais vai te dar resultados.

Você pode usar os apps ou sites de relacionamentos e de paquera, ou mesmo o Facebook e começar a conversar com pessoas de outros idiomas.

Ao começar a se expressar, você vai ganhar confiança ao longo do tempo. Não se preocupe com a forma formal ou correta de escrever ou falar. A pessoa do outro lado vai fazer um esforço para entender e te ensinar a forma correta.

Geralmente, as pessoas são bem paciente com estrangeiros que tentam falar o seu idioma, então não tenha medo nem vergonha de começar a se comunicar.

Espero que esses passos tenham te ajudado a ver que a jornada de aprender uma língua nova não é difícil com as ferramentas que temos hoje, mas ela é longa e trabalhosa.

Só depende de você!!

Curta nossas redes sociais para acompanhar conteúdos diários que vão agregar nos seus estudos.

Até mais!